Publicado por: frentevida | 02/02/2011

Embaçar

A vista embaçada se esforça,

tenta ver mais longe,

o que tem por detrás dessa névoa esbranquiçada?

 

O sutil movimento dos carros,

lembra uma dança ritmada pelos trovões ao longe,

mas tão longe estarão os soluços do tempo?

 

Os horários que insistem em voar para a terra do nunca,

não esperam, não embaçam, não soluçam.

simplesmente, vão.

 

Brigam nos céus com o tempo perdido,

irritados com o que já não esperam mais começar.

se foram.

 

Despedaça a vontade de enxergar através do branco,

mas será um pouquinho misterioso esse embaço?

o tempo passa.

 

Coça os olhos, espera um pouco…

o brilho pode voltar.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: